8 Mulheres Empreendedoras para conhecer no Dia da Mulher

No dia 8 de março, celebra-se o Dia Internacional da Mulher.

A data marca a história das conquistas das mulheres ao longo do tempo na sociedade.

Apesar dos desafios e obstáculos, elas conseguiram alcançar realizações significativas.

Do direito ao voto ao direito de trabalhar, hoje as mulheres estão presentes nos mais diversos lugares.

No mundo dos negócios não é diferente. Engana-se quem acredita que empreender é exclusivo para homens!

Cada vez mais, cargos de liderança são ocupados por líderes do sexo feminino. 

Além disso, o número de mulheres empreendedoras também está aumentando.

Com histórias inspiradoras, muitas delas entram no mundo do empreendedorismo em busca de uma mudança de vida.

Determinação, criatividade, coragem e visão estratégica são traços que elas compartilham em comum.

Assim, para homenageá-las, selecionamos 8 Mulheres Empreendedoras de sucesso para conhecer e se inspirar no dia 8 de março – Dia Internacional da Mulher!

1. Ana Fontes

Ana Fontes, fundadora da Rede Mulher Empreendedora.

Durante 17 anos, Ana Fontes atuou como executiva de uma empresa. Infeliz com o trabalho, ela não teve medo da mudança: pediu sua demissão e decidiu investir em uma nova carreira.

Foi assim que o empreendedorismo entrou em sua vida.

Quando Ana começou a empreender, pode perceber as dificuldades enfrentadas pelas mulheres para se inserir no mundo do empreendedorismo.

Mas em vez de desistir, ela enxergou uma oportunidade em meio aos desafios. 

Pensando em ajudar outras mulheres que, assim como ela, eram empreendedoras ou sonhavam em ser, Ana criou a Rede Mulher Empreendedora.

Trata-se de uma rede online que apoia e incentiva o empreendedorismo feminino, com dicas sobre os medos, as dúvidas e as dificuldades das mulheres nesse segmento.

Algum tempo depois, ela também ampliou a rede e criou o Instituto Rede Mulher Empreendedora, onde capacita mulheres em situação de vulnerabilidade.

2. Adriana Barbosa

Adriana Barbosa foi eleita pela Forbes como uma das mulheres brasileiras mais poderosas  em 2020. Idealizadora da Feira Preta, ela valoriza e incentiva pessoas negras a empreender.

Mulher, negra e paulista, Adriana Barbosa teve o exemplo de mulheres empreendedoras dentro  da própria família.

Desde cedo, ela viu sua avó usar a criatividade e o empreendedorismo para complementar ou fechar as contas do mês. 

Quando se tornou adulta, enfrentou um período de dificuldades.

Sem muitas perspectivas de trabalho e precisando de dinheiro, Ana decidiu seguir o exemplo da avó: usar a criatividade para superar as dificuldades financeiras.

Foi assim que ela se tornou uma empreendedora social.

Adriana é idealizadora e criadora do Feira Preta: uma plataforma que há 8 anos trabalha com projetos de diversos segmentos que valorizam a cultura afro-brasileira. 

Além disso, realiza o Festival Feira Preta, que é a maior feira de empreendedorismo negro da América Latina.

Atualmente, Adriana Barbosa está entre as 51 pessoas negras mais influentes do mundo. 

Também foi eleita pela Forbes entre as mulheres mais poderosas do Brasil em 2020.

3. Márcia Tozo

Marcia Tozo uniu a paixão por brigadeiros e pelo Marketing Digital e começou a empreender.

Com apenas 16 anos de idade ela se tornou mãe e precisou se afastar dos seus estudos para se dedicar à maternidade.

Porém, a gravidez na adolescência não foi um impedimento para Marcia investir em sua carreira profissional.

Anos mais tarde, ela retomou seus estudos e graduou-se em publicidade.

Unindo duas paixões, a confeitaria e o marketing, a empreendedora criou o curso online de Brigadeiros Gourmet.

O empreendimento online foi bem sucedido e hoje Márcia também mantém o blog Tudo de Cake, sendo referência na confeitaria.

4. Luiza Helena Trajano

Foi nas mãos de Luiza Trajano que o Magazine se tornou o império que é hoje.

Talvez a história de Luiza Helena Trajano seja a o exemplo de mulher empreendedora mais conhecido em todo o Brasil.

Ela é a presidente da maior rede de varejo do país que carrega seu nome: o Magazine Luiza

A rede nasceu de um pequeno negócio da família no interior de São Paulo. Mas em 1990, Luíza herdou a empresa dos tios e foi a responsável por sua expansão.

Hoje, o Magazine Luiza tem cerca de mais de 700 lojas localizadas em 16 estados brasileiros, sendo muito famoso por todo o país.

Com isso, Luiza passou a fazer parte do restrito grupo de empresários bilionários. 

Além disso, a empresária também busca inspirar outras mulheres a entrarem no mundo do empreendedorismo, criando políticas de inclusão e incentivo.

5. Maria José de Lima Freitas

Sem medo de mudar, Maria José decidiu empreender aos 44 anos de idade.

Maria José é outro exemplo de história de superação por meio do empreendedorismo.

Aos 44 anos de idade, ela foi demitida do seu trabalho de faxineira. Depois disso, ainda passou um ano sem conseguir encontrar uma recolocação no mercado.

O que poderia ser o fim do mundo, tornou-se uma oportunidade para empreender e mudar de vida.

Foi na área da alimentação que Maria José encontrou um novo caminho para gerar sua renda.

Em 1999, ela fundou a Mazé Doces, tornando-se uma empreendedora de sucesso com um negócio que fatura R$1 milhão anualmente.

6. Paola Carosella

Paola Carosella além de empreendedora, é uma chef de cozinha renomada. Também é jurada do programa MasterChef Brasil.

Paola Carosella é uma multi empreendedora.

Chef de cozinha, mãe, dona de dois restaurantes e jurada do MasterChef Brasil, ela desempenha várias funções em sua vida.

Nascida na Argentina e radicada no Brasil, ela começou na gastronomia por amor, chefiando restaurantes pelo mundo todo.

Depois, decidiu investir no próprio negócio no Brasil. No começo, enfrentou diversos desafios e pensou até em desistir do seu sonho.

Mas foi perseverante e reestruturou um restaurante que estava prestes a falir.

Hoje, ela é sócia e chef do Arturito e da rede de empanadas La Guapa, além de desenvolver projetos sociais com mulheres em situação de vulnerabilidade.

Em 2020, ela foi eleita pela Forbes como uma das mulheres mais poderosas do Brasil. Sendo, portanto, um grande exemplo de empreendedora bem sucedida.

7. Renata Moraes Vichi

Renata Vichi herdou do pai o DNA do empreendedorismo e o grupo CRM. Hoje, está à frente de um negócio bilionário de chocolates.

Única herdeira e vice-presidente do grupo CRM, que engloba marcas como a  Kopenhagen e a Chocolates Brasil Cacau.

O empreendedorismo esteve em sua vida desde cedo, quando ainda observava o trabalho do seu pai, Celso Moraes.

Com apenas 16 anos, Renata Vichi pediu ao pai para trabalhar no negócio da família e nunca mais parou.

Em suas mãos, as projeções da Kopenhagen cresceram muito, tornando-se referência nos segmentos de chocolates de luxo e de presentes.

No casa da Chocolates Brasil Cacau, Renata encabeçou sua criação desde o início e se orgulha de estar sob o comanda da marca que se fortalecer cada dia mais.

Hoje, a empreendedora administra ao lado do pai um negócio bilionário de chocolates.

8. Zica Assis

Foi a própria dificuldade de encontrar produtos para o seu cabelo que fez Zica Assis começas a empreender. Ela foi pioneira no mercado de produtos especializados em cabelos crespos e cacheados.

A necessidade financeira e a dificuldade em encontrar produtos para o seu tipo de cabelo foram o estímulo para Zica Assis ou Heloísa Helena Assis.

A empreendedora percebeu na falta de produtos especializados em cabelos cacheados e crespos, como o seu, uma ótima oportunidade de empreender. 

Assim, uniu-se com mais 3 amigas e fundaram o Instituto Beleza Natural em 1993. Tornando-se pioneira do segmento que mais cresce no Brasil na área de beleza atualmente.

De ex-empregada e ex-babá, transformou-se em uma empreendedora de sucesso que trabalha com a autoestima de milhares de mulheres brasileiras.

Hoje, o instituto possui mais de 40 unidades espalhadas pelo país e Zica Assis também foi apontada entre as mulheres mais poderosas do Brasil pela Forbes.

O Programa Consumer apoia as Mulheres Empreendedoras!

Depois desses exemplos de mulheres empreendedoras incríveis, não deu aquela vontade de começar a empreender também?

Então, não perca tempo e tire seus sonhos do papel!

O Programa Consumer apoia e incentiva todas as mulheres a realizarem o sonho de ser donas do próprio negócio.

E se o seu sonho for no segmento da alimentação, você pode contar com as nossas soluções para auxiliar na gestão dos processos de atendimentos do seu negócio.

Faça um teste grátis e comece já a escrever a sua própria história no empreendedorismo!

Siga o Consumer nas redes sociais:

Instagram

Facebook

Youtube

1 comment

Participe e deixe seu comentário abaixo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.