Embora o número de negócios de alimentação cresça cada vez mais, há, ainda, muitos potenciais empreendedores(as) com dúvidas sobre como empreender na área da alimentação.

Essa alta na procura do setor de alimentos é reflexo de um mercado que oferece oportunidades atraentes para quem deseja investir ou ganhar dinheiro empreendendo.

Principalmente por ser um mercado que mesmo em épocas de crise continua crescendo.

É o que mostra o relatório anual da Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (ABIA).

Afinal, se alimentar é uma necessidade humana. Sendo assim, sempre haverá demanda por comida.

Além disso, com a expansão da internet e da tecnologia, veio o surgimento de novos modelos de negócios.

Para alguns, isso ampliou e facilitou o processo de abertura de um empreendimento alimentício.

Como no caso do Delivery online, que é um grande exemplo de negócio que se disseminou na era digital.

Se você está entre as pessoas que desejam saber mais sobre como empreender na área da alimentação, continue lendo!

Aqui, traremos algumas informações importantes para quem quer começar a empreender do zero nessa área tão promissora.

Você também pode gostar de ler: Por que você deveria empreender no ramo alimentício em 2020?

O primeiro passo é definir em qual segmento da alimentação empreender

O ramo da alimentação possui uma grande variedade de segmentos para quem deseja empreender.

Por isso, antes mesmo de pensar em abrir o seu próprio negócio, é necessário escolher em qual desses segmentos irá investir.

A cada ano, algumas tendências de mercado destacam-se mais do que outras, como o fast food, lojas de produtos naturais e de alimentação saudável neste ano.

Estar atento(a) a essas tendências é bastante importante.

Porém, é fundamental que haja uma identificação entre você e o segmento escolhido. Pois empreender exige muita determinação e paixão pelo que faz.

Empreender na área alimentícia não é tão fácil. Por isso, requer determinação e paixão pelo que faz. Imagem: Freepik

Fique de olhos nas oportunidades!

Outro detalhe para prestar atenção são os nichos ainda pouco explorados. 

Você pode aproveitar a baixa concorrência em determinados nichos como uma oportunidade para lançar um produto ou serviço inovador e único.

Lembre-se de que todos os dias, milhares de oportunidades de negócios estão “dando sopa” por aí.

Nos último anos, a tecnologia mudou o comportamento humano. Com isso, criou necessidades de consumo na modernidade.

Saber identificar oportunidades nessas necessidades pode ser a chance de ganhar muito dinheiro empreendendo.

Por exemplo, os aplicativos de Delivery de comida online

Embora seja praticamente impossível imaginar viver sem eles hoje em dia, nem sempre foi assim.

O surgimento desse modelo de negócio é uma inovação relativamente recente. E eles se tornaram tão populares justamente por conta da internet.

Fique atento!

O segundo passo é pensar em um diferencial inovador 

Para empreender é preciso inovar.

Isso porque a inovação é um princípio e um pilar primordial do empreendedorismo

Não basta apenas abrir um negócio, é imprescindível ter ideias de negócios inovadores. 

No ramo alimentício, já existem inúmeros estabelecimentos tradicionais que oferecem serviços e produtos muito semelhantes.

Se você for apenas mais um a oferecer mais do mesmo, dificilmente terá sucesso em seu empreendimento.

Por isso, crie um diferencial que poucos ou, de preferência, nenhum outro concorrente tenha. Algo que ainda é inexistente no mercado.

Dê motivos para que o consumidor escolha consumir em seu negócio e não no concorrente. Pense e foque na experiência do cliente.

São esses pequenos grandes detalhes que irão garantir que os consumidores sejam atraídos para o seu negócio.

Agora, é hora de fazer o seu Plano de Negócio

Finalizados os dois indispensáveis primeiros passos, é hora preparar a receita do seu empreendimento.

O plano de negócio é exatamente isso: uma receita que determinará como deve ser feito cada etapa da concretização do seu negócio.

Com ele, você vai ter um conhecimento profundo sobre cada aspecto do seu negócio:

  • Investimento financeiro
  • Capital de giro
  • Concorrência
  • Público alvo
  • Fornecedores
  • Equipamentos
  • Plano de Marketing
  • Viabilidade do negócio

Todas essas informações serão fornecidas por meio da pesquisa de mercado realizada para o planejamento do seu empreendimento.

O plano de negócio é um documento essencial para se ter mais segurança e correr menos riscos ao empreender.

Confira o passo a passo de um plano de negócio neste outro artigo.

O plano negócio é uma parte muito importante do processo de empreender. Não deixe de fazê-lo! Imagem: Freepik

Finalmente, tire o seu negócio do papel e o coloque em prática

Se você seguiu todos os passos até aqui, chegou o momento de colocar a mão na massa e fazer acontecer.

Ir atrás de toda a documentação necessária para o seu negócio, encontrar o ponto do estabelecimento, fazer a compra dos equipamentos e utensílios, contratar uma equipe de atendimento de qualidade…

São muitas coisas para fazer ainda, mas se chegou até aqui não desista! 

A parte prática de empreender na área da alimentação pode ser cansativa, mas imagina a sensação de ver seu negócio tomando forma bem ali na sua frente?

Melhor, imagine quando ele estiver fazendo sucesso e você estiver lucrando! Isso irá recompensar todo o seu trabalho.

Escolha um programa de gestão especializado no ramo alimentício

Pensou que já tinha acabado, não é mesmo? Porém, ainda falta a cereja do bolo.

Para empreender na área da alimentação é preciso contar um programa de gestão que seja especialista nesse setor.

Um sistema que entenda as reais necessidades dos empreendedores da alimentação e que trabalhe para facilitar a sua rotina de gestão.

É o caso do Programa Consumer! 

O Consumer é um sistema de gestão desenvolvido exclusivamente para área da alimentação e atua há 10 anos nesse mercado.

Com o melhor custo-benefício, o Consumer tem soluções completas e fáceis de usar.

Quer ter certeza do que estamos afirmando?

Faça um teste grátis por 15 dias e veja de perto o que o Consumer pode fazer pelo seu negócio!

4 comments

  1. helio silva de messias 16 março, 2020 at 10:49 Responder

    Boa tarde, seria possivel entrarem em contato comigo, sou cliente de vcs a 2 anos e gostaria de solicitar que a minha assinatura fosse prorrogada por mais um tempo, pois estou passando por uma situação financeira dificil, mas que será regularizada nos proximos 390 dias. agradeço se for possivel.

Participe e deixe seu comentário abaixo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.